Óleo de Abacate

Por: Tâmara

30 de julho de 2012 11:03 | Dicas da Nutricionista

Um estudo feito por pesquisadores do Instituto Mexicano de Seguro Social, publicado em arquivos de pesquisa médica no inverno de 2006, mostravam que quem come abacate todos os dias por uma semana experimenta uma queda de 17% do colesterol total do sangue. Diferente do que muitos pensam, a gordura presente no abacate não faz mal à saúde. Observou-se que os níveis de LDL (mau colesterol) diminuem, enquanto os de HDL (bom colesterol) sobem equilibrando-se.

Este óleo é considerado o “oleo da beleza” no México por ser dotado de poderes mégicos no tratmento da pele, deixando-a extremamente suave, flexivel, e ainda retarda o envelhecimento.

Óleo de Abacate Um verdadeiro azeite medicinal. Potencial fonte de beta-sitosterol para o tratamento de problemas da próstata, cardíacos e imunológicos. O abacate é uma fruta tropical muito rica em nutrientes e da qual vem sendo extraído na Nova Zelândia por um processo de prensagem a frio, um azeite extremamente medicinal. No Brasil, recentemente conseguiu-se obter óleo de abacate extraído no interior de Minas Gerais através de um processo artesanal usando o calor do sol.

A Longevidade lança o Óleo de abacate usando o mesmo processo de extração usado na Nova Zelândia. Sem adição de produtos químicos ou conservantes, conseguimos o mais puro óleo medicinal de abacate com acidez inferior a 1%.

A vantagem deste método é que o óleo mantém todas as suas propriedades medicinais. Este azeite medicinal é eficaz na prevenção e tratamento de uma série de doenças como a hiperplasia prostática, câncer e distúrbios de colesterol. Além disso, o óleo de abacate encontra especial uso dentro da cosmética para tratamento de pele.

O verdadeiro óleo de abacate possui uma coloração verde escura, um aroma característico forte e um sabor intenso e exótico.

Fonte: http://www.longevid.com.br/oleo-de-abacateum-novo-alimento-funcional-no-mercado/
Túlio Krause