Beringela: alimento pouco calórico, rico em vitaminas e fibras

Por: Tâmara

13 de dezembro de 2009 19:32 | Alimentos de A a Z

Nativa da Índia, a beringela é cultivada em todo o mundo e atualmente vem ganhando destaque por suas propriedades nutricionais. A hortaliça é usada principalmente em pratos das cozinhas italiana, árabe e grega.

A beringela é rica em vitaminas A, B1, riboflavina, niacina e C. É boa fonte de fibras, potássio, manganês, cobre e ácido fólico. Além de vitaminas e minerais, também contém fitonutrientes importantes com atividades antioxidantes, incluindo compostos fenólicos e flavonóides que ajudam a combater os radicais livres e a proteger as membranas celulares, mantendo-as íntegras. E você pode aproveitar, pois é pobre em calorias, apenas 26 por cada 100g.

Mas será que o suco de beringela, que se tornou mania nacional, realmente pode diminuir os teores de colesterol e assim prevenir doenças cardiovasculares? Muitos estudos têm demonstrado que as substâncias antioxidantes podem ajudar na prevenção dessas doenças.

A população utiliza estas receitas caseiras na tentativa de resolver o problema de forma mais econômica através da alimentação, mas um grupo de estudiosos de Campinas, SP, resolveu testar o suco de beringela em coelhos com colesterol alto e o resultado foi interessante, porque realmente houve uma diminuição do colesterol total em coelhos que estavam com os índices mais altos. Uma das conclusões é que o efeito da beringela sobre o colesterol pode acontecer porque algum componente seu inibe a absorção do colesterol no intestino e a niacina também pode estar neste processo, além dos seus componentes antioxidantes.

Mas é lógico que você não vai sair comendo beringela o dia todo, até porque não se sabe ao certo, no caso dos humanos, quanto teríamos que consumir para obter algum resultado. O que isto mostra é que uma alimentação balanceada, rica em vitaminas, minerais e antioxidantes e pobre em gorduras pode ajudar a manter o seu organismo em forma e prevenir doenças.

E por falar nisso, ela é rica em oxalatos, uma substância encontrada em alguma plantas e animais que, quando muito concentrada no corpo, pode cristalizar e causar problemas. Ou seja, pessoas que têm problemas renais e de vesícula devem consumir a hortaliçacom moderação. Assim, aproveite-a no seu dia a dia, mas não precisa exagerar. Compre beringelas firmes e pesadas. A cor não deve ser descolorada e sim brilhante e elas não devem ser guardadas em embalagem de isopor e filme plástico, pois vão estragar mais rápido.  Ela pode ser consumida com ou sem a casca. Pode ser assada, cozida, grelhada… Enfim, como entrada, prato principal ou acompanhamento, vai ser sempre bem vinda.

Fonte: http://www.obesidade.com.br/pc/obesidade/xenicare/web